Uma norte-americana de 29 anos foi detida por atentado ao pudor e… ao mesmo tempo condenada a prisão por falsa invalidez.

Modupe Adunni Martin estava de baixa devido a uma lesão no tornozelo, o que não só a impedia de trabalhar como de andar. O problema foi que a mulher foi apanhada num parque de Hayward, na Califórnia, a fazer sexo oral com o namorado.

De acordo com o ‘San Francisco Chronicle’, Martin meteu baixa em 2009 por não conseguir andar e, desde aí, surgia nas juntas médicas, a cada seis meses, de muletas.

Porém, a empresa de seguros, desconfiada, descobriu, com recurso a câmaras, que a mulher andava já há muito sem dificuldades.

Condenada a nove meses de prisão, Modupe Adunni Martin estará ainda três anos em liberdade condicional e terá de pagar uma multa de 60 mil euros.

cm