Toyota paga milhões a proprietários de automóveis com defeito

A Toyota concordou pagar cerca de 1.100 milhões de dólares (831,6 milhões de euros) para evitar uma acção judicial colectiva de proprietários norte-americanos de veículos daquela marca que tinham um defeito, anunciou hoje a construtora automóvel japonesa.
Casos mortais de aceleração repentina e involuntária em veículos da marca nipónica foram atribuídos pelos proprietários a deficiências de fabrico.
O defeito que ocasionou este problema de segurança foi detectado em mais de 150.000 unidades do Lexus RX 350 e Lexus RX 450h.
O acordo vai cobrir o custo de substituição dos sistemas afectados ou pagamentos em dinheiro aos que preferiram desfazer-se dos veículos, recusando a outra alternativa.
“Esta foi uma decisão difícil, especialmente porque evidências científicas confiáveis e múltiplas avaliações independentes confirmaram a segurança dos sistemas de controlo electrónico do acelerador”, refere um comunicado do director jurídico da Toyota Motor North America, Christopher Reynolds, citado pela agência France Press.
"No entanto, concluímos que virar a página sobre esta questão, através dos passos positivos, é o que responde melhor ao interesse da empresa, funcionários, revendedores e, acima de tudo, clientes”, acrescenta o texto.
O Departamento de Transporte dos Estados Unidos informou, na terça-feira, que a Toyota será multada no valor de 17,35 milhões de dólares.
Esta multa milionária será paga por a marca ter reportado a anomalia em viaturas da sua marca fora do prazo determinado pelas autoridades americanas.

Fonte: Lusa/SOL