O vice-ministro do Interior egípcio, major-general Mohammed Ibrahim, disse que o ex-Presidente Hosni Mubarak foi transferido nesta quinta-feira da prisão para um hospital militar, pela segunda vez numa semana, por razões de saúde.

O internamento de Mubarak foi determinado pelo procurador-geral egípcio, devido à deterioração do estado de saúde, indicou hoje de manhã fonte do gabinete do magistrado.

Mubarak está a cumprir uma pena de prisão perpétua, depois de ter sido sentenciado em Junho por não ter impedido o assassínio de centenas de manifestantes, durante o levantamento popular de 2011.

Ibrahim afirmou que Mubarak, de 84 anos, tinha sido transferido para um hospital no subúrbio cairota de Maadi, no seguimento de relatórios sobre a deterioração do seu estado de saúde e a necessidade de mais cuidados médicos.

Mubarak foi hospitalizado na semana anterior para fazer Raios-X à cabeça e ao tronco depois de ter caído na casa de banho da prisão.

Os seus advogados têm solicitado a sua transferência para o hospital, por ter melhores condições que a prisão.

cm