Há gente para tudo. Até para comprar os produtos mais estranhos em leilões. Mas ainda assim tudo tem limites e nem todos renderam fortunas.



Uma carta escrita pelo punho de Albert Einstein, onde é questionada a ideia de Deus. Com um preço estimado de três milhões de dólares, refletia o pensamento do génio sobre a religião e a biblia.



Não, não foi em carne e osso. O que foi a leilão foi uma foto da ícone da pop quase como veio ao mundo. Tirado no início dos anos 1990, não atraiu muitos interessados. Falta de originalidade?



Os bens arrestados ao ex-ditador tunisino Ben Ali, entre os quais uma coleção de 39 carros de luxo, também foram a leilão. Mas os preços ficaram muito abaixo do pretendido.



You must remeber this. O piano em que Sam tocava As Time Goes By no clássico Casablanca foi vendido a um colecionador japonês que pagou 600 mil dólares por ele. Foi o início de uma grande amizade.



Pode parecer uma normal Leica, mas terá sido com ela que foram feitas as mais famosas imagens do mestre do cubismo. Pertencia a um amigo que trabalhava na revista LIFE. Valeu 1,6 milhões de dólares...




Dois raríssimos menús do Titanic foram vendidos pela astronómica soma de 160 mil dólares. Se a maldição do navio mais famoso de sempre se pega, pode dar-se o caso de uma valente indigestão.




Comprar um esqueleto humano já é estranho. Vestido com com um smoking já entra no campo do quase incompreensível. Mas a verdade é que este foi vendido por dois mil dólares.




Há gente para tudo. Até para comprar os produtos mais estranhos em leilões. Mas ainda assim tudo tem limites e nem todos renderam fortunas.




Este poderia ser um artigo a interresar os milhões de fãs do Rei. Não foi e ninguém se chegou à frente com os 11 mil dólares pedidos. Já a Biblia de Presley alcançou os 94 mil dólares.








dinheiro vivo