Os pais dos alunos do jardim de infância e Escola Básica de Passos de Silgueiros estão indignados, pois as crianças pagam as refeições ao mesmo preço, independentemente de terem ação social escolar.

A escola não tem refeitório, e os alunos comem na Associação de Passos de Silgueiros. "Em todas as escolas públicas os alunos com escalão A comem de borla, e os de escalão B pagam metade. Estão a ir--nos ao bolso", conta um pai.

António Pires, presidente da direção da ASSOPS, explica que "não há qualquer acordo com o Estado sobre os escalões". Francisco Almeida, do Sindicato de Professores da Região Centro, exige que o Ministério de Educação e a C. M. Viseu "ponham fim a esta grave situação".

cm