Retrovisor multifocal elimina ponto cego de carros


Comparação entre os diversos tipos de retrovisores: (a) retrovisor atual com extensão lateral; (b) retrovisor com óptica progressiva mostrando o ganho no campo de visão, sem distorção; (c) retrovisor atual sem extensão lateral; (d) retrovisor multifocal, com óptica progressiva, proposto pelos pesquisadores.[Imagem: Optics Letters]

Ponto cego nos retrovisores

A mesma óptica usada para fabricar óculos multifocais pode ser usada para fabricar espelhos retrovisores que eliminam o ponto cego nas laterais traseiras dos automóveis.

Hoje, não há um consenso sobre como evitar o ponto cego, que causa acidentes durante mudanças de faixa e conversões, envolvendo sobretudo motociclistas, que trafegam muito perto dos carros e são menos visíveis do que outros veículos.

Nos EUA usa-se uma óptica para o retrovisor do lado do motorista e uma óptica diferente para o retrovisor do lado do passageiro.

Na Europa, por sua vez, os dois espelhos são iguais, mas contendo áreas ópticas diferentes na mesma peça, na tentativa de ampliar a visão do motorista nas extremidades externas dos retrovisores.

O problema é que nenhuma das duas soluções é ótima: ambas diminuem o tamanho dos objetos vistos pelo retrovisor, fazendo-os parecer mais longe do que estão na realidade.

Retrovisor multifocal

Hocheol Lee e Dohyun Kim (Universidade Hanbat, Coreia do Sul) e Sung Yi (Universidade de Portland, EUA) descobriram uma forma resolver o problema do ponto cego de uma maneira eficiente e mais barata.

O novo espelho não possui pontos cegos, tem um campo de visão maior e produz imagens na proporção correta entre tamanho e proximidade dos objetos - e tudo funciona igualmente para os dois lados do veículo.

A solução consistiu em usar uma tecnologia óptica progressiva comumente usada nos óculos multifocais, que simultaneamente corrigem a miopia e a presbiopia.

"Exatamente como os óculos multifocais, que dão ao usuário um leque de habilidades de foco, de perto até longe, e tudo o mais nesse intervalo, o nosso espelho progressivo consiste de três zonas de resolução: uma para visão à distância, uma para visão próxima, e uma zona intermediária para fazer a transição entre as outras duas," explica Lee.

"No entanto, ao contrário dos óculos multificais, onde a faixa de foco é alinhada verticalmente [da visualização à distância na parte superior até a visualização próxima embaixo] a superfície do nosso espelho é progressiva horizontalmente," complementa.

Análise pela legislação

O retrovisor multifocal apresenta uma curvatura, com a zona interna usada para a visualização à distância, e a zona externa para a visão em proximidade, compensando o que poderia se transformar em pontos cegos.

Os pesquisadores afirmam que o custo de fabricação de seu espelho retrovisor multifocal seria mais barato do que os retrovisores mistos que equipam os carros hoje.

Como o design dos espelhos retrovisores precisa atender a regulamentações nacionais, o novo projeto terá de ser aprovado pelas autoridades de cada país antes de poder ser adotado pelas montadoras.



Bibliografia:

Horizontally progressive mirror for blind spot detection in automobiles
Hocheol Lee, Dohyun Kim, Sung Yi
Optics Letters
Vol.: 38, Issue 3, pp. 317 - 319
DOI: 10.1364/OL.38.000317

Fonte:Redação do Site Inovação Tecnológica