Financiamento do BCE aos bancos nacionais está nos 50 mil milhões

O financiamento do Banco Central Europeu (BCE) está actualmente nos 50 mil milhões de euros, disse hoje um responsável do banco, considerando que o pico de financiamento já passou e que os mercados "estão a regressar à normalidade".
De acordo com o membro da Comissão Executiva do BCE Benoît Coeuré, este valor está 15% abaixo do máximo de Junho de 2012, demonstrando que "os mercados da área do euro estão gradualmente a regressar à normalidade".
"As coisas estão a regressar ao normal", salientou o banqueiro central, num debate organizado pela Nova School of Business and Economics e o Banco de Portugal.
“A cedência de liquidez aos bancos portugueses atingiu 60,5 mil milhões de euros em Junho de 2012, representando mais de um terço do Produto Interno Bruto de Portugal”, disse Benoît Coeuré.
Em agosto do ano passado, a instituição anunciou o programa de transacções definitivas (outwright monetary transactions) para “combater a especulação injustificada relativamente a um colapso do euro e corrigir as consequentes distorções do mecanismo de transmissão da política monetária”.
Em resultado destas medidas, e do “compromisso por parte dos governos no sentido de assegurar a integridade da zona euro”, as condições financeiras melhoraram substancialmente ao longo do tempo nos vários segmentos de mercado.
“Os bancos conseguiram reduzir a sua dependência de financiamento do BCE, designadamente mediante a amortização antecipada e parte da liquidez recebida no âmbito das operações de refinanciamento de prazo alargado do BCE”, disse.

Fonte: Lusa/SOL