A Câmara de Matosinhos anunciou esta segunda-feira um novo sistema de semáforos para o concelho que vai permitir passar a detectar, em tempo real, os equipamentos avariados, depois de sucessivas avarias no cruzamento das ruas Brito Capelo e Sousa Aroso.

De acordo com um comunicado enviado às redacções, o presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto, anunciou que "o cruzamento das ruas Brito Capelo e Sousa Aroso, em Matosinhos - Sul, terá um novo sistema semafórico a funcionar dentro de 15 dias".

Esta alteração, que surge "na sequência de sucessivas avarias", faz parte "de um plano de intervenção global que abrange todo o concelho".

De acordo com o mesmo comunicado, o plano prevê "a instalação de controladores com sistema de gestão remota, orientada para uma conservação mais rápida e pragmática, equivalente ao sistema do Metro" e permitirá à "autarquia saber, em tempo real, o funcionamento e as avarias de cada conjunto semafórico".

"Decidimos cortar o mal pela raiz. Vamos optar por um sistema mais fiável. Para isso vamos ter que deslocalizar os báculos dos semáforos para melhorar a segurança dos cidadãos", referiu o presidente da Câmara de Matosinhos na visita ao cruzamento em questão.

Em Matosinhos, as ruas a intervir são as de Brito Capelo, Roberto Ivens e Sousa Aroso.

Na Senhora da Hora serão as ruas Dr. Eduardo Torres, S. Gens, Estação Velha e Manuel Pinto de Azevedo, enquanto em Leça do Balio será a rua Monte da Mina.

O largo da Cruz, a Rua Godinho Faria, a avenida do Conde e a rua Sé e Melo são as vias intervencionadas em S. Mamede de Infesta.

Já em Perafita, um novo sistema semafórico será colocado no cruzamento da avenida Mário Brito com a rua Oriental, em Freixieiro.

nmt