O exército Bangladesh revelou hoje que o número de vítimas retiradas do edifício industrial que ruiu em Daca a 24 de abril é de cerca de 700.

Shahid Ahsan Bhuiyan, porta-voz do exército explicou à agência AFP que as equipas de resgate já retiraram 693 corpos dos escombros, mas advertiu que o número vai aumentar dado que spenas chegaram ao quarto andar de um edifício de nove pisos.

O edifício ruiu perto da cidade de Daca a 24 de abril, tendo ficado presas mais de 3.000 pessoas, das quais 2.437 terão sido resgatadas com vida segundo as forças militares do país.

Centenas de familiares das vítimas estão reunidas junto do local, numa altura em que várias gruas e retroescavadoras procuram corpos debaixo dos escombros.

O Bangladesh é o segundo maior produtor de roupa do mundo e a indústria têxtil constitui a base da sua economia. No entanto, apresenta índices de segurança considerados chocantes e já em novembro 111 pessoas morreram num incêndio numa fábrica.

O acidente levou a novas acusações por parte de ativistas de que as multinacionais ocidentais colocam os lucros à frente da segurança ao produzirem os seus produtos em países onde os trabalhadores ganham menos de 40 dólares por mês.


dn