"Na sexta-feira, dia 7 de junho, temos Ramp e Moonspell, no sábado, dia 8, temos Kandia e Noidz e, no dia 9, a Quinta do Bill e UHF", disse à Lusa o produtor executivo do festival, Carlos Oliveira, salientando que se trata de uma iniciativa "exclusivamente com bandas nacionais".
"Passamos do rock mais pesado para o rock contemporâneo, acabando com o rock 'old fashion'", acrescentou Carlos Oliveira, adiantando que o encerramento do festival, em que participam 14 bandas nacionais, estará o cargo dos Alcoolémia.
De acordo com a organização, está igualmente confirmada a presença dos DJ António Freitas, Rui Santos e Joana, que também prometem muita animação neste primeiro Festival Rock no Rio Sado.
Segundo Carlos Oliveira, o objetivo dos promotores do evento, que terá exclusivamente bandas rock portuguesas, é "colocar a cidade de Setúbal e a região no mapa dos grandes festivais nacionais".
O local escolhido para o certame, Parque Santiago, onde também se realiza todos os anos a Feira de Santiago, dispõe de todas as infraestruturas necessárias para este tipo de eventos e tem capacidade para acolher cerca de 60 a 70 mil pessoas.

Lusa