1. #1
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Localização
    Sempre por aqui
    Posts
    37.934

    Padrão Zona euro em recessão em 2013 e com risco aumentado de desagregação



    Zona euro em recessão em 2013 e com risco aumentado de desagregação

    A Moody's reviu em baixa a previsão de crescimento da zona euro, esperando uma recessão até 1% este ano, e considera que o risco de um país sair da moeda única é mais elevado devido à quebra de solidariedade percepcionada.
    Na actualização de Maio do 'Outlook' para 2013 e 2014, a agência de 'rating' [avaliação] afirma esperar "uma recessão mais profunda e prolongada que o inicialmente previsto" e antevê já um crescimento negativo no primeiro semestre deste ano, salientando também as consequências nefastas para o desemprego.
    Para além dos números, a agência de notação financeira Moody's, no relatório de Maio sobre as perspectivas e os riscos da economia mundial, encontra também riscos políticos, considerando que as recentes decisões sobre o modelo do resgate a Chipre, nomeadamente a "aparente tolerância ao risco", e a "imprevisibilidade da formulação das políticas", criam condições para que um partido que defenda a saída da moeda única consiga chegar ao poder num dos 17 países que compõem o bloco do euro.
    "A posição mais dura expressa pela Alemanha e por outros países centrais durante as negociações sobre o resgate do Chipre, juntamente com outros comentários de vários atores políticos, sugerem que a vontade dos países do norte fornecerem apoio financeiro aos seus parceiros do sul diminuiu significativamente. A tolerância dos decisores políticos ao risco aumenta a probabilidade de um país acabar por sair da moeda única", escreve a Moody's.
    Ao mesmo tempo, continua a agência de notação financeira na sua análise sobre a actividade económica mundial, "qualquer decisão que suspenda a consolidação orçamental para dar um apoio mais claro à economia pode, ainda, desencadear novos receios dos mercados e dificultar o acesso ao financiamento".
    "Embora tenha havido um claro progresso na redução dos desequilíbrios, o desafio de fazer mais cortes sem impedir o crescimento económico mantém-se. Os países periféricos precisam de manter a pressão nas reformas estruturais para relançar a actividade económica e reduzir o impacto do peso [do pagamento dos juros] da dívida. Isto, por seu lado, aumenta os riscos políticos internos associados à implementação de políticas impopulares, o que aumenta a probabilidade de um partido político que defenda a saída do euro consiga um dia chegar ao Governo", termina a Moody's.

    Fonte: Lusa/SOL

  2. #2
    Avatar de newpine
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    71
    Posts
    1.934

    Padrão

    Nostradamus já tinha previsto este fenómeno...

    Deixei algures aqui fórum pequenos trechos das suas visões.

    Vai acontecer...

Tópicos Similares

  1. Respostas: 0
    Último Post: 21-02-2013, 22:03
  2. Respostas: 0
    Último Post: 14-11-2008, 19:15
  3. Respostas: 0
    Último Post: 05-09-2008, 09:39

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar