Quatro horas da manhã, um homem com andar meio cambaleante caminha pela rua escura e mal se aguenta em pé.

Um carro da polícia se aproxima e os policiais resolvem averiguar a situação:

Onde vai o cidadão a uma hora destas?

Estou indo assistir uma palestra.

Palestra?! A esta hora? Sobre o quê?

Sobre os efeitos do álcool e das drogas no corpo humano.

Os danos causados pela esbórnia.

A farra na degradação da vida amorosa conjugal.

Os impactos negativos sobre o sistema nervoso central periférico advindos dessa vida desregrada.

Dos malefícios aos órgãos internos e também externos devastados pela ingestão desenfreada de fumo, álcool e drogas ilícitas.

E a vida sem Deus no coração...

Ô cara, fala sério!

E quem vai dar uma palestra desta abrangência e relevância científica a esta hora da madrugada? - estranha o policial.

Minha esposa, quando eu chegar em casa.