O treinador José Peseiro assegurou que não ficou desiludido com a temporada do SC Braga. O técnico queria mais, mas relembrou a vitória na Taça da Liga e boa campanha na Liga dos Campeões, tanto a nível financeiro, como desportivo.

«O meu futuro está a ser discutido e por isso não digo mais nada», afirmou José Peseiro.

O treinador do SC Braga analisou depois a temporada: «A qualidade de jogo até dezembro foi elevada. Esta época entramos na Champions perante um adversário nada fácil, como foi a Udinese. Essa vitória foi importante tanto a nível desportivo, como financeiro. Estivemos perto das meias-finais da Taça de Portugal e até ao fim lutámos pelo terceiro lugar. Por fim, mais de 40 anos depois este clube ganhou um troféu, que na sua história é o segundo. Este troféu foi ganho com este treinador e equipa e que saiba é o primeiro título da era Salvador».

José Peseiro considera que os adeptos não devem criticar a época dos «guerreiros»: «Perante todo este contexto não estou desiludido com a época. Queria mais e isso é óbvio, mas não posso estar desiludido, isto porque assumimos desde o início um modelo de risco, que era preciso consolidar. Até Dezembro isso foi possível, mas depois com as lesões perdeu-se alguma coisa no modelo. Se não fosse isso e com todo o respeito que tenho pelo Paços, teríamos acabado no terceiro lugar».

O técnico do SC Braga teve uma proposta milionária vinda da China no mercado de inverno, mas preferiu ficar: «Era realmente um grande contrato, mas satisfação de ganhar a Taça da Liga acabou por compensar».



Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         111.png
Visualizações:	3
Tamanho: 	2,9 KB
ID:      	118297