A Renault acaba de revelar o Twin’Run Concept na abertura do 71.º Grande Prémio do Mónaco, que decorre este fim-de-semana nas ruas do Principado. Com este estudo a marca presta homenagem ao R5 Turbo e Clio V6.

«Tal como o gémeo Twin’Z, o Twin’Run representa uma abordagem moderna e lúdica de um automóvel citadino. Os dois concept-cars personificam a quinta etapa da estratégia de design da Renault, baseada no ciclo da vida» diz a marca que não esconde que este concept antecipa as linhas de futuro modelo citadino, na sucessão do atual Twingo.

O Twin’Run possui chassis tubular herdado diretamente da competição e motor V6 3.5 de 320 cv e 380 Nm de binário associado caixa sequencial Sadev de seis velocidades, com diferencial autoblocante. Este motor é derivado do Mégane
Trophy e está colocado em posição central traseira. A marca anuncia 0-100 km/h em apenas 4,5 s e velocidade máxima de 250 km/h.

Com 3,680 m de comprimento, o 1,750 m de largura e 1,493 m de altura, o Twin’Run utiliza painéis em fibra de vidro na carroçaria. Teto, difusor dianteiro, arcos das rodas e saídas de ventilação traseira são fibra de carbono. Com jantes de 18 polegadas, pneus Michelin 205/40 (frente) e 245/35 (traseira), apresenta discos de travão perfurados. No interior, destaque para os bancos desportivos Sparco e painel de instrumentos com LCD de 5,5 polegadas.

O Twin’Run foi desenvolvido com a assistência da Tork Engineering/Poclain Vehicles, firma especializada na preparação de chassis para competição.







a bola