Sacos de plástico portugueses, ecológicos e com prazo de validade (com VÍDEO)


A empresa portuguesa Silvex vende sacos de plástico com prazo de validade. Se não acredita, ponha os olhos no episódio 74 do Economia Verde, totalmente dedicado à empresa com fábrica em Benavente.

“Sim, é verdade, passámos a vender plástico com prazo de validade. E que tem de ser substituído… como os iogurtes, por exemplo”, graceja Hernâni Magalhães, administrador da Silvex.

A explicação é simples. A Silvex é pioneira na produção de plástico 100% biodegradável, mantendo todas as características do plástico mas, paralelamente, tornando-o ecológico – daí ter um prazo de validade.

Na verdade, a Silvex não só inventou este novo produto como é a única fabricante mundial a fazê-lo. A diferença está no granulado de amido, na base do processo de extrusão. “Já temos produção para ter uma máquina só ocupada a fazer bioplástico”, avança Hernâni Magalhães.

Este material é mais macio e não é tão resistente como o plástico normal, mas tem uma enorme vantagem: facilita a compostagem de resíduos orgânicos. Ele está presente, sobretudo, em artigos de cozinha e indústria.

“Os plásticos bio vêm cumprir uma função muito específica na utilização do lixo orgânico”, conclui o administrador da Silvex. A empresa cresceu 98% nas vendas deste produto, que já representam um quarto das vendas globais. Países nórdicos, Alemanha e Estados Unidos são os principais mercados de exportação. A Índia poderá ser o próximo.

A Silvex tem um volume de negócios de €30 milhões e emprega actualmente 240 funcionários.



GreenSavers