SPV incorpora código para daltónicos ColorADD na comunicação


A Sociedade Ponto Verde (SPV) vai passar a incluir o código ColarADD nos seus materiais de comunicação, com brochuras e sinalética. Desenvolvido com base nas três cores primárias representadas através de símbolos gráfico, o código ColorADD assenta no conceito de adição de cores, permitindo ao daltónico relacionar os símbolos e facilmente identificar toda a paleta.

Assim, o código torna-se num “jogo mental” simples e fácil de memorizar e aplicar em situações do dia-a-dia. O branco e o preto juntam-se para orientar as tonalidades claras e escuras.

“O sucesso da recolha selectiva e reciclagem de resíduos de embalagens depende do compromisso de todos. Ao adoptar este código nos nossos materiais de comunicação, queremos assegurar as condições necessárias para que todos, sem excepção, possamos reciclar mais e melhor”, refere Luís Veiga Martins, diretor-geral da Sociedade Ponto Verde.

Actualmente, o código ColorADD está já implementado nas mais diversas áreas de actividade, nomeadamente hospitais, transportes públicos, educação, escolas e universidades, indústria de material escolar e didáctico, vestuário e calçado ou autarquias

“O projeto ColorAdd foi desenvolvido para ajudar a minorar o problema de um universo significativo da população mundial que, pelas suas características de visão, se encontra privado da realização de um conjunto de actividades. O processo de reciclagem, através da inclusão deste código, passa agora a ser mais fácil”, sublinha Miguel Neiva, criador do código ColorADD.

O Daltonismo, ou a cegueira da cor, é uma limitação que afecta 10% da população mundial masculina – aproximadamente 350 milhões de pessoas em todo o mundo. Esta limitação, de condição hereditária, é transmitida através do cromossoma X.


GreenSavers