Pároco estaria a praticar natação. Foi encontrado pelo irmão, que vive na mesma casa
O padre de Penamacor, Manuel Ribeiro Toscano, de 78 anos, foi ontem encontrado morto na piscina da casa onde morava, no centro da vila. O corpo estava a boiar e foi encontrado, à hora de almoço, pelo irmão, que mora na mesma residência. O familiar alertou o INEM, tendo o óbito sido declarado pelo médico que foi ao local. Segundo a GNR, não há suspeita de crime, mas só a autópsia irá revelar as causas da morte.
Manuel Toscano, arcipreste de Penamacor e pároco de três freguesias do concelho, ainda celebrou a missa da manhã e foi para casa. Estaria a nadar na piscina quando faleceu. Segundo o CM apurou, o pároco praticava natação com regularidade por indicação do médico.
Ordenado padre em 1959, Manuel Toscano estava na paróquia de Penamacor, de onde era natural, desde 1960. Esteve à frente de instituições de solidariedade, dinamizou projetos sociais e culturais e editou durante mais de 20 anos o jornal local. Foi ainda professor de várias gerações. A sua morte deixou a população da vila raiana consternada. O funeral é hoje às 17h30, na igreja matriz.


cm