Um homem, de 35 anos, morreu afogado no rio Ocreza quando nadava com o filho, ontem às 18h00, em Castelo Branco. A vítima estava na antiga praia fluvial de Taberna Seca com a mulher e o filho, de oito anos.
A família era a única que estava naquele local, sem vigilância, numa área interdita a banhos, devido à sujidade da água e à presença de poços. Rui Rafael, funcionário do Hotel Colina do Castelo, naquela cidade, estava com a criança na água quando terá ficado, de repente, sem pé. O homem, que não sabia nadar, acabou por se afogar num poço com quatro metros de profundidade. Foi a esposa que chamou de imediato o socorro.
Os Bombeiros Voluntários foram para o local com uma ambulância e três mergulhadores, tendo encontrado o corpo da vítima às 19h30. No local esteve também a GNR. O cadáver foi levado para a morgue do Hospital Amato Lusitano. Rui Rafael residia em Castelo Branco e era natural do distrito da Guarda.


cm