1.jpg

O ex-ministro dos Negócios Estrangeiros israelita Avigdor Lieberman disse na quarta-feira que o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, é "o sucessor" do nazi Joseph Goebbels, na sequência das acusações contra Israel sobre o golpe militar no Egito.

"Quaisquer que tenham sido as palavras de Erdogan, cheias de ódio e incitação, não há dúvida alguma que estamos a falar do sucessor de Goebbels e as suas intrigas são semelhantes às de Deryfus e dos Velhos de Sião", afirmou Lieberman, referindo-se a dois casos históricos de antissemitismo, informou o jornal digital Times of Israel.



Joseph Goebbels foi ministro da Propaganda na Alemanha nazi entre 1933 e 1945.
O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, acusou na terça-feira Israel de ter orquestrado os militares egípcios que afastaram do poder o Presidente Mohamed Morsi, em julho.
Na sequência destas acusações, o gabinete do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, considerou na terça-feira "absurdas" as acusações do primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, segundo as quais Israel terá orquestrado a destituição do Presidente egípcio Mohamed Morsi.
Entretanto, a posição assumida por Erdogan conduziu a uma tomada de posição pelos Estados Unidos.



dn