Lutou com assaltante munido com revólver, fugiu e na fuga dirigiu-se a cúmplice no carro.Apesar da arma apontada, o funcionário de uma gasolineira fez frente ao encapuzado. Agrediu-o e conseguiu fugir. À saída do posto de abastecimento da Paiã, em Odivelas, pediu ajuda a uma pessoa num carro. Deu de caras com o segundo assaltante. Fugiu e alertou a PSP. Ladrões escaparam apenas com a carteira da vítima.

O funcionário da Galp encontrava-se sozinho no local, pelas 22h00 de anteontem, e, quando se dirigia ao carro, foi abordado por um encapuzado com um revólver. Ameaçado, disse que não tinha dinheiro e entregou a carteira pessoal.

Insatisfeito, o assaltante exigiu o dinheiro da gasolineira, mas a vítima disse que não tinha acesso ao cofre. Nada convencido com a resposta, o ladrão levou o funcionário até ao escritório.

A vítima acabou por experimentar no cofre as chaves que trazia, ato repetido pelo ladrão. Foi nesse momento que o funcionário, 34 anos, se envolveu numa luta com o assaltante. Este deixou cair o revólver e o homem fugiu.

Sem saber, a vítima foi pedir ajuda a um cúmplice no assalto, que estava num carro. Foi então que percebeu ser outro ladrão e fugiu pela estrada. À chegada da polícia ao local a dupla de assaltantes já tinha fugido para parte incerta.



cm