Uma feira “low-cost” de bicicletas e um passeio de ciclismo para ligar os templos romanos de Mérida (Espanha) e Évora são duas das atrações do BikeÉvora 2013, que vai decorrer de 14 a 22 de setembro.

A iniciativa, que vai na sexta edição, é organizada pela Câmara Municipal de Évora, em conjunto com outras entidades, e vai coincidir com as comemorações da Semana Europeia da Mobilidade.

Considerada pelos promotores como “a maior concentração de atividades em torno das duas rodas que se realiza em Portugal”, o Bikévora faz rumar à cidade alentejana, anualmente, milhares de adeptos do ciclismo.

O programa deste ano, divulgou hoje a câmara municipal, é preenchido por atividades destinadas “a um público bastante diversificado”, integrando, entre outros eventos, provas de estrada e de campo em circuitos de competição e lazer.

Um dos destaques da sexta edição é a Feira “Low-Cost” de Bicicletas, que vai ter lugar na Praça do Giraldo, principal “sala de visitas” da cidade, nos dias 21 e 22.

Mas ainda antes, logo a abrir o programa, no dia 14, acontece outro dos pontos altos, com a realização de um passeio de ciclismo entre os templos romanos de Mérida, na Estremadura espanhola, e de Évora.

O passeio, cujos participantes vão ter de percorrer cerca de 200 quilómetros, é da responsabilidade do Clube de Ciclismo de Évora e as inscrições estão abertas até dia 11.

Outras das “pedaladas” do BikÉvora vão ser uma prova de orientação intitulada “Passeio BTT à Descoberta” (dia 15), com partida do Rossio, ou o já tradicional passeio noturno de bicicleta (dia 20).

A “Super Maratona BTT”, com início no Rossio e que vai levar os participantes até à Serra de Monfurado (dia 21), e o “1.º Family ColorBikÉvora” são também iniciativas programadas, segundo revelou o município.

O BikÉvora começou em 2008, com a participação de “milhares de pessoas, repetindo-se esse sucesso nos anos seguintes”, referiu a entidade promotora, argumentando que o evento “tem tido um enorme impacto”.

O Bikévora pretende “congregar uma série de atividades de competição e/ou lazer” organizadas por agentes desportivos locais, procurando “dar a devida visibilidade à bicicleta e às vantagens da sua utilização”.

Fonte: DD