Os utentes internados na ala de toxicodependência do Hospital dos Marmeleiros, na Madeira, não foram evacuados durante o incêndio que se fez sentir perto das instalações daquela unidade de saúde, revela esta sexta-feira RTP.

Os doentes que estavam internados na ala de toxicodependentes no Hospital dos Marmeleiros, na Madeira, não foram retirados das instalações quando o fogo se aproximou, no fim-de-semana passado, acrescenta a emissora, referindo ainda que todos os outros utentes que estavam na unidade hospitalar foram evacuados, o que gerou revolta no serviço de psiquiatria.

O director do serviço Regional de Saúde, Miguel Ferreira, admite que os toxicodependentes foram deixados no local, contudo, garante que a ala em que se encontravam é completamente isolada à entrada de fumo.

Miguel Ferreira, em declarações à RTP, disse ainda que, caso o fogo se tivesse alastrado pelo hospital, estes utentes teriam margem de manobra para escapar. No entanto, as autoridades avançaram, na altura do incêndio, a informação de que todos os utentes tinham sido evacuados.

O chefe de serviço de psiquiatria do Hospital dos Marmeleiros, Ricardo Alves, apresentou o seu pedido de demissão na sequência deste episódio.

Fonte: DD

obs: sem comentários...