1.jpg
Recebeu alta hospitalar ontem e foi logo detido pela PJ de Aveiro. O empresário de Cacia que matou o rival a tiro de caçadeira em Mira, Coimbra, estava internado desde a madrugada do passado domingo depois de ter tentado o suicídio no interior de um armazém que lhe pertencia, situado naquela freguesia de Aveiro.

Fernando Dias Moreira, de 68 anos, está indiciado por dois homicídios qualificados: o do rival Elói Rodrigues e o da ex-mulher, este na forma tentada. Presente ontem a tribunal, ficou em prisão preventiva.

O crime ocorreu pouco depois do casamento do único filho do empresário e da antiga companheira, Ofélia Rodrigues, de 60 anos. Tudo indica que foi premeditado. Fernando Moreira estava falido e não gostou que a ex-mulher estivesse cada vez melhor financeiramente após casar com Elói Rodrigues, um empresário de sucesso de 60 anos.

Fernando Moreira saiu da cerimónia e esperou no carro pela ex mulher, junto à casa onde aquela vivia atualmente com o novo companheiro em Lagoa, Mira. Quando viu uma pessoa a sair do automóvel do casal, disparou. A intenção era matar Ofélia, mas o disparo atingiu fatalmente a barriga de Elói. A mulher também apanhou com estilhaços do tiro.


cm