O presidente afegão, Hamid Karzai, iniciou hoje uma visita ao Paquistão onde irá reunir-se com o Governo de Islamabad para pedir a libertação de detidos talibãs e colocar em marcha o diálogo com os rebeldes, revelou a imprensa local.



Hamid Karzai chegou a meio da manhã à capital do vizinho Paquistão e está previsto que mantenha ainda hoje um encontro com o novo chefe do Governo, Nawaz Sharif, que assumiu o cargo em junho depois de vencer as eleições gerais, detalhou a Radio Pakistán.




Já o porta-voz do Ministério afegão dos Negócios Estrangeiros, Janan Mosazai, disse que o presidente "discutirá o processo de paz, a maneira de melhorar as relações bilaterais e pedirá a libertação de presos talibãs".
Em 2012, Islamabad libertou 26 presos talibãs e segundo alguns analistas as autoridades afegãs procuram novas libertações para que atuem como intermediários no processo de paz e como mostra da aposta do país num possível diálogo com os rebeldes.
Karzai tenta manter o diálogo com os talibãs perante a saída prevista para 2014 das tropas internacionais, mas os rebeldes não consideram legítimo o atual governo afegão.
Após mais de uma década de confrontos e quando as tropas internacionais estão a retirar do país, a guerra no Afeganistão vive atualmente um dos momentos mais sangrentos.



dn