A empresa de camionagem irlandesa Bus Eireann está sob investigação após uma mulher ter feito mais de 25 quilómetros fechada na bagageira de um autocarro.



A mulher, que tinha feito um tratamento para o cancro em Galway, regressava a casa em Ballyvaghan e quando foi ao compartimento das bagagens retirar as suas malas o autocarro arrancou e deixou-a trancada lá dentro.




Segundo a BBC News, a mulher só foi descoberta na paragem seguinte, em Doolin, mais de 25 quilómetros depois. Um porta-voz da companhia afirmou que "a Eireann leva as queixas contra a companhia muito a sério e o caso está agora a ser investigado internamente para serem apuradas responsabilidades".



dn