1.jpg
O homem, com cerca de 30 anos, já estava à espera que a funcionária da loja de compra de ouro situada na Estrada de Benfica, em Lisboa, abrisse o estabelecimento. Assim que a mulher de 32 anos abriu ontem a porta da loja foi ameaçada de morte pelo assaltante que, de revólver em punho, a fechou na casa de banho enquanto roubava vários bens que se encontravam dentro da loja.

Passavam poucos minutos das 09h00 quando a funcionária chegou ao seu local de trabalho. Ainda estava a entrar no estabelecimento quando foi abordada por um homem. De chapéu na cabeça e óculos escuros na cara, o assaltante apontou um revólver à funcionária e exigiu-lhe todo o dinheiro.

Para evitar que a mulher gritasse por ajuda, o assaltante fechou-a na casa de banho, situada na cave da loja, ameaçando-a com o revólver para não gritar.

Com a funcionária fechada na casa de banho, o homem levou um computador portátil, um telefone fixo e ainda as duas malas da vítima. Ao que o CM apurou, o assaltante não conseguiu levar qualquer objeto de ouro daquela loja.

Assim que deixou de ouvir barulho dentro da loja, a mulher saiu para a rua a chorar e a gritar por socorro. A Polícia Judiciária esteve no local e já está a investigar.


cm