1.jpgO exército norte-americano está pronto para atacar a Síria de imediato, basta Barack Obama dar o sim, revelou o secretário da Defesa, Chuck Hagel, em entrevista à «BBC», esta terça-feira.

«Nós mudámos ativos de lugar para serem capazes de cumprir com qualquer opção que o presidente tomar», afirmou Hagel durante uma viagem a Brunei.

Questionados sobre se os militares estão prontos para responder «num instante», Hagel confirmou: «Estamos prontos para ir, a qualquer momento».

Já o ministro dos Negócios Estrangeiros sírio, Walid Mouallem, afirmou hoje que, em caso de ataque militar ocidental, o país se vai defender, com meios de defesa que vão surpreender o mundo.

«Temos duas opções: a rendição, ou a defesa, com os meios de que dispomos. A segunda alternativa é a melhor», declarou, numa conferência de imprensa em Damasco.

«Atacar a Síria não é um assunto menor. Temos meios de defesa que vão surpreender», acrescentou.

No entanto, alertou um ataque ocidental não irá afetar a campanha militar do Governo contra os rebeldes.

«Se pensam impedir assim a vitória das nossas forças armadas, enganam-se», disse, numa conferência de imprensa em Damasco.

Mouallem desafiou a comunidade internacional a apresentar provas de que o regime de Bashar al-Assad usou armas químicas no ataque, nos arredores de Damasco, a 21 de agosto.


tvi24