A GNR deteve hoje um homem suspeito de furtos em quartos de hotéis através de escalamento de paredes e varandas, o que lhe valeu a denominação de “homem-aranha”, revelou fonte do Comando de Faro da força de segurança.


A fonte disse à agência Lusa que o homem, de 43 anos e com antecedentes criminais pelo crime de furto qualificado, foi detetado por uma patrulha do subdestacamento de Albufeira da GNR, ao início da madrugada, ao sair de uma porta lateral de uma unidade hoteleira” com artigos no valor de 1.800 euros na sua posse.

“O suspeito já estava referenciado e tinha antecedentes por furtos e não conseguiu fazer prova de que era proprietários desses artigos, nomeadamente um computador portátil, um telemóvel e uma máquina fotográfica. Posteriormente, foram detetados sinais de arrombamento na janela de um quarto e o cidadão espanhol que lá estava hospedado reconheceu o telemóvel e o computador como sendo seus”, explicou a fonte do Comando de Faro da GNR.

O subdestacamento de Albufeira da GNR acredita assim ter “detido o responsável por furtos realizados nos últimos meses em unidades hoteleiras, sempre através de escalamento, situação que levou a que este homem fosse apelidado de homem-aranha”, acrescentou a fonte, destacando o esforço de vigilância realizado pela força de segurança para conseguir deter o suspeito dos furtos a quartos de hotéis.

O detido vai ser hoje presente ao Tribunal de Albufeira para primeiro interrogatório judicial e eventual aplicação de medidas de coação.

Fonte: NM