1.jpgUm irmão do treinador e ex-futebolista Domingos Paciência morreu, terça-feira à tarde, na sequência do despiste de um camião de uma empresa de recolha e transporte de resíduos, na A4, na saída para Ermesinde/Águas Santas, na Maia.

Joaquim Oliveira, vítima mortal do despiste de um camião, na A4, terça-feira à tarde, ficou encarcerado no veículo.
Joaquim José Oliveira, 58 anos, morreria no local. Era irmão de Domingos Paciência, ex-jogador do F. C. do Porto e agora treinador. Residia no Bairro da Biquinha, Matosinhos, e deixa mulher, filha e três netos.
Um dos colegas, Joaquim Moreira Rocha, 58 anos, também ficou encarcerado. Sofeu várias escoriações e foi removido às 18 horas "após trabalho muito complicado", segundo os bombeiros.
O outro ferido é o motorista. Desorientado e a sangrar, com um traumatismo crânio encefálico grave e outras lesões no corpo, Adriano Paiva, 55 anos, já conseguira sair do veículo quando chegaram os Bombeiros de Valongo. Aturdido, repetia a frase "fiquei sem travões, meu Deus, fiquei sem travões..."
O camião despistou-se às 16 horas na curva da saída para Ermesinde, na A4, arrombou e galgou os railes metálicos e tombou de lado numa ravina com cinco metros.


jn