Contentores vão tornar-se casas para os sem-abrigo



Em Nova Iorque, nos EUA, e em Brighton, no Reino Unido, os contentores de transporte irão funcionar como alojamento de baixo custo, de forma a combater o problema de quem não tem casa. Os dois projectos são independentes mas têm um mesmo propósito: albergar sem-abrigos que se encontrem nessa situação devido a diferentes causas, segundo o Gizmag.

Apesar de o problema dos sem-abrigo em Nova Iorque ter vindo a tornar-se mais acutilante após a devastação causada pelo furacão Sandy, o The New York Observer relata que o mayor Bloomberg tem vindo a desenvolver, nos últimos cinco anos, um programa de habitação de resposta a desastres.

As especificidades deste programa ainda estão a ser finalizadas, embora a ideia seja usar contentores de 12 metros como apartamentos individuais, com uma janela e uma porta em cada extremidade. Dispostos em massa, espera-se que os contentores possam albergar dezenas ou centenas de milhares de pessoas, sendo que os apartamentos maiores feitos a partir de contentores modificados seriam destinados a famílias.

“Só porque é uma casa pré-fabricada, não significa que tenha de ser desagradável”, disse David Burney, comissário do Departamento de Design e Construção de Nova Iorque, ao Observer. Apontou ainda que estes apartamentos seriam maiores do que o típico apartamento de Manhattan.

O próximo passo é a construção de 16 apartamentos como teste, perto da ponte de Brooklyn e da sede do Office of Emergency Management, que está a cooperar com o programa.
Infelizmente, este plano não chegou a tempo de ajudar no rescaldo do furacão Sandy, que se pensa ter deixado 20 mil nova-iorquinos sem casa a longo prazo. No entanto, através do Observer, o professor de arquitectura descreveu Nova Iorque como estando “à frente da curva” nos seus planos de longo prazo para a resposta de emergência de habitação.

Enquanto isso, deste lado do Atlântico, na cidade de Brighton, no litoral inglês, foi apresentada uma proposta bem mais modesta. A Brighton Housing Trust lançou o projecto de tornar 36 contentores modificados em apartamentos do tipo estúdio. De acordo com a Press Association, o plano é uma resposta ao aumento de sem-abrigos na cidade, que tem uma escassez de habitações.

Apesar de muito menor alcance, o plano de Brighton é mais avançado. Na verdade, os contentores parecem já ter sido convertidos em estúdios completos com casas de banho e cozinhas, subdivididos com placas de gesso cartonado. As modificações fizeram parte da solução para um problema semelhante previsto para Amesterdão que, posteriormente, teve dificuldades de financiamento.

O novo plano passa por ver esses contentores enviados para Brighton, onde seriam instalados com jardins particulares no topo. A Brighton Housing Trust vai apresentar um pedido de planeamento para o conselho da cidade.

Greensavers