Um pouco por toda a Europa, as forças policiais, médicas e de bombeiros estão a adotar o Nissan Leaf como veículo chave na primeira linha do apoio de emergência. O automóvel elétrico mais vendido no mundo já é utilizada, como veículo de apoio comunitário, em Portugal, França, Reino Unido e Suíça.

A PSP foi a primeira a optar pelo veículo de emissões zero, desde o ano passado é parte integrante do Programa de Segurança Escolar. «Orgulhamo-nos de ser a primeira força policial do mundo a incorporar automóveis com a tecnologia de emissões zero como parte da nossa frota com 5 mil veículos. Queremos continuar a contribuir para a redução da poluição nos grandes centros urbanos e a introdução do Nissan Leaf 100% elétrico estabelece uma nova referência para a nossa frota», referiu na altura o superintendente Paulo Gomes Valente, diretor Nacional da PSP.

A preocupação na redução de custos e de prejuízos para o meio ambiente são as principais razões para esta opção das várias entidades com intervenção comunitário pela Europa fora. «Os Leaf encaixam-se perfeitamente nos nossos requisitos operacionais e irão reduzir substancialmente os nossos gastos com combustível, reduzindo ao mesmo tempo as emissões de carbono», referiu Bob Jones, Comissário Policial e Criminal da Polícia das West Midlands, no Reino Unido.






a bola