O clube argentino que reúne os fãs do Renault 4L inscreveu o Papa Francisco, que teve um carro destes na sua juventude, como sócio vitalício, revelou a imprensa local.

«Já temos o cartão de sócio vitalício para o Papa Francisco. Agora só precisamos de arranjar alguém de confiança que lho entregue», disse o presidente do Argentina Renault 4 Motor Club, Alex Bernhard, em declarações ao jornal argentino Perfil. Bernhard assegurou que «este automóvel é um símbolo da austeridade de um verdadeiro pregador».

Este anúncio surge depois de um sacerdote da cidade italiana de Verona ter oferecido ao Papa um Renault 4L (na foto) de cor branca. Na sua juventude, Jorge Mario Bergoglio, teve um 4L verde.






a bola