Vadim Vasilyev, diretor-desportivo do Monaco, esclareceu o contrato com Falcão, assegurando que o colombiano “não tem qualquer cláusula que lhe permita sair após o primeiro ano. Não faria qualquer sentido construir um projeto em torno de um jogador e permitir que ele saísse após uma época”, disse o dirigente que negou ter existido interesse do clube monegasco na aquisição de CR7: “Não podemos ter Falcão e Ronaldo, temos de ser humildes. Claro que gostávamos de ter Cristiano, mas gastámos muito dinheiro.”




record