O FC Porto vai avançar com um processo por difamação contra o presidente da Associação de Futebol de Lisboa, Nuno Lobo, apurou Record. Os dragões consideram que o líder do organismo está a tentar criar uma "manobra de diversão" e confiam que as pessoas presentes na tribuna presidencial do Estádio António Coimbra da Mota domingo à noite, no Estoril-FC Porto, confirmarão que as acusações feitas por Nuno Lobo sobre Adelino Caldeira e Pinto da Costa são infundadas.

Nuno Lobo acusou o administrador da SAD do FC Porto, Adelino Caldeira, de o ter agredido durante a partida, assim como Pinto da Costa, presidente do FC Porto, de o ter insultado.

O presidente da AFL também já anunciou que irá avançar com uma queixa-crime por agressão e injúrias verbais contra os dois dirigentes portistas.



record