Éder já se treinou sem limitações com a Seleção Nacional na quarta-feira e esta quinta, depois de ter trabalhado condicionado nos dois primeiros dias de estágio. O avançado do Sp. Braga estará, por isso, apto a ser opção de Paulo Bento para o jogo de amanhã frente a Israel, pelo que o selecionador nacional "desmistifica" a preocupação apresentada por Jesualdo Ferreira.

"Éder chegou com algumas questões em termos físicos, mas neste momento sente-se bem e, se estiver confortável, não jogando de início amanha, pode ser utilizado. Está fisicamente apto. Os departamentos médicos da Seleção e do Sp. Braga contactam-se, mas perdoe-me o professor [Jesualdo Ferreira]: as indicações que os médicos do Sp. Braga dão são mais pertinentes dos que as dele: o professor é treinador, não médico", afirmou.

Já a saída de Raúl Meireles e a consequente entrada de Custódio na lista de convocados não vai mexer com o sistema de jogo da Seleção, garantia de Paulo Bento.

"Nenhum treinador gosta de ausência por motivos físicos, são situações que ocorrem ao longo das fases de qualificação e mesmo finais, mas temos de ter a capacidade para dar a resposta. Temos de jogar dentro do que é o nosso modelo, mas não fugir do objetivo principal que é conquistar os 3 pontos e lutar pela qualificação para o Mundial".

Em campo, quem ocupará então o lugar de Meireles? "Temos tempo para ainda para pensar na decisão que vamos tomar. Há jogadores que podem jogar pela primeira vez, outros mais experientes e adaptados à nossa forma de jogar. Amanhã logo decidiremos", concluiu.


record