Sábado era um dia especial para o MaiaBasket, mas terminou com agressões ao atleta Nuno Marçal, ex-FC Porto, num restaurante no estádio da Luz, e com a equipa a ter de chamar a polícia para garantir a segurança dos jogadores.

Recém-promovido, o MaiaBasket foi a grande surpresa da edição deste ano do Troféu António Pratas e disputou uma das meias-finais da prova frente à Oliveirense, no Pavilhão da Luz, que recebeu a fase final. «Após o jogo, fomos para o restaurante do estádio que nos foi indicado pela organização e um grupo de pessoas começou a insultar o Nuno Marçal e a dizer-lhe para ir embora. Ainda tentámos desvalorizar a questão, até porque havia outras pessoas no restaurante, incluindo famílias com crianças, mas um deles aproximou-se do Nuno, pegou num prato de sopa e despejou-o sobre a cabeça dele», explicou ao Maisfutebol Rui Lopes, presidente do MaiaBasket. «Ele ficou com queimaduras, que felizmente não foram graves», adiantou.


m/futeb