Pensou-se que o ciclo de Oscar Cardozo na Luz tinha terminado após o incidente na final da Taça de Portugal com Jorge Jesus, mas a verdade é que o paraguaio começou uma nova vida no clube e já começou a fazer o que melhor sabe: acertar com as balizas adversárias. E agora o objetivo do paraguaio é claro: dar continuidade ao bom momento que atravessa na Luz.

O Tacuara já leva três golos esta época de águia ao peito e o bom momento que atravessa fez com que regressasse à seleção paraguaia, da qual estava afastado há algum tempo. O selecionador, Victor Genes, convocou-o para o duplo compromisso com a Venezuela e Colômbia e colocou-o mesmo na equipa titular no jogo da última sexta-feira em Caracas, que terminou empatado a um golo. Na última madrugada a equipa guarani voltou a jogar, desta vez frente à Colômbia e Cardozo foi lançado na segunda parte.

É verdade que não conseguiu marcar em nenhum dos jogos, mas no final do encontro com os cafeteros, o dianteiro mostrou-se feliz e com vontade de dar continuidade ao bom momento, de forma a merecer a confiança do selecionador nas próximas convocatórias. “Quero manter o meu lugar. Apesar de ter 30 anos vou lutar para ser chamado e claro que estou sempre disponível para representar o meu país. No entanto tudo vai depender do selecionador e das ideias que tiver para a equipa”, referiu após o jogo com a Colômbia.



record