A tradição voltou a cumprir-se e os rumores mostraram-se uma vez mais corretos. O smartphone da LG tem uma curvatura significativa e testa o interesse do mercado em dispositivos com ecrãs flexíveis.

A LG apresentou oficialmente o G Flex, um telemóvel com ecrã curvo em sentido vertical, tendo uma dimensão de seis polegadas e resolução HD. Apesar da baixa resolução para uma tela com um tamanho tão grande, a fabricante sul-coreana usa um ecrã com tecnologia OLED, o que garante pelo menos qualidade na reprodução de cores, reduzindo ao mesmo tempo o consumo energético.

A tecnológica asiática argumenta que a curvatura do ecrã permite que o telemóvel se ajuste melhor à cara do utilizador, reduzindo a distância entre a boca e o microfone por exemplo, e melhorando significativamente a qualidade do som recebido. A LG fala também numa experiência similar ao IMAX quando o telemóvel é usado na horizontal para ver vídeos.

Além do aspeto e do uso de um ecrã flexível - no sentido em que é curvado e não no sentido em que é maleável -, o G Flex tem um outro elemento de destaque. Segundo o comunicado da LG que é reproduzido pelo Engadget, o telemóvel tem uma capa traseira que se autorregenera, sendo capaz de eliminar riscos da grossura de cabelos em apenas "alguns minutos". Não é certo como é que será a capacidade regenerativa da capa traseira em riscos mais profundos e mais largos.

Nas restantes especificações o LG G Flex é um telemóvel topo de gama e não fica a perder muito para o G2, apresentado recentemente em Portugal. O processador é Snapdragon 800 a 2,26Ghz, a memória RAM é de 2GB e o armazenamento interno é de 32GB. A câmara fotográfica tem 13 megapíxeis.

O smartphone vai ser lançado numa primeira fase na Coreia do Sul e vai ficar disponível nas três principais operadoras do país. No comunicado a LG refere que a disponibilidade noutros mercados vai ser anunciada posteriormente, deixando a ideia de que o G Flex possa chegar à Europa e EUA. Ainda não há informação sobre o preço.

Comparado com o Galaxy Round da Samsung o telemóvel da LG situa-se ao mesmo nível em termos de especificações. O G Flex consegue levar vantagem num campo importante, apresentando uma bateria de 3.500 mAh, contra a de 2.800 mAh do smartphone da Samsung.









TeK