O marido de uma agente da Polícia Militar do Rio de Janeiro, no Brasil, foi sequestrado e decapitado, na noite de segunda-feira. A militar encontrou a cabeça da vítima dentro de uma mochila deixada à porta de casa.

João Rodrigo Silva, ex-jogador de futebol, terá sido sequestrado na noite de segunda-feira, quando fechava a loja de que era proprietário desde que deixou o futebol, conta o jornal brasileiro "O Dia".
Já na manhã de terça-feira, a cabeça do homem foi deixada em frente a sua casa, na zona oeste do Rio de Janeiro, sem olhos e com a língua cortada, o que levou a polícia considerar este crime como "bárbaro".
A polícia está a investigar o caso e considera que não há nenhum acontecimento recente que justifique o crime, mas julga-se que poderá estar relacionado com o facto de João Silva ser casado com uma agente policial.
A mulher da vítima é polícia militar e trabalhar numa Unidade de Polícia Pacificadora, onde é assistente social e faz trabalho administrativo.



jn