Já era de esperar, e em menos de uma semana após o lançamento oficial do Windows 8.1 começou a circular na internet um crack capaz de activar cópias piratas da nova versão do sistema operativo.

Assim, a ferramenta que está a circular na internet utiliza o KMS (Key Management Service) e exige o recurso à aplicação NetTime do Windows.

Este crack, além de activar qualquer versão do Windows 8.1, activa também qualquer versão do Office 2013. De notar, como tem vindo a ser habito também, que alguns antivírus presentes no mercado bloqueiam o funcionamento da ferramenta visto que recorre a IPs presentes em blacklists.

Recordamos que quem possuir uma versão legal do Windows 8, pode descarregar gratuitamente a actualização para o Windows 8.1 recorrendo à Windows Store.

Fonte: Wintech