1.jpg

O militar Hugo Ernano foi condenado a 9 anos de prisão por atingir criança a tiro durante perseguição. Petição a exigir a sua absolvição já ultrapassou os 65 mil assinantes.

O texto da petição dirigida ao Ministério da Justiça, que pede a absolvição de Hugo Ernano, resultou de uma iniciativa de uma cidadã que para já se quer manter anónima. Recorda o texto que o militar foi condenado pelo tribunal de Loures a nove anos de prisão, acusado de ter morto a tiro uma criança de 11 anos em perseguição à carrinha onde seguiam a vítima, o seu pai e tio, que tinham assaltado uma quinta em Santo Antão do Tojal para furtar ferro.



No texto do documento sublinha-se também que a decisão do coletivo que o condenou não foi unânime mas maioritária, e que o militar ainda tem de pagar indemnização de 80 mil euros à família da vítima.
Em contrapartida, o pai da criança morta, Sandro Lourenço, que conduziu a carrinha em fuga naquele dia, foi condenado a dois anos e 10 meses de prisão efetiva pelos crimes de resistência e desobediência, prestação de falsas declarações e de coação sobre funcionários.
Na rede social facebook foi criada uma página intitulada "Vamos apoiar Hugo Ernano", que já conta com cerca de 65 mil likes, com a referência de uma conta no BES de Odivelas. O objetivo é apoiar financeiramente o militar e a sua família, devido às custas do processo e à indemnização que ainda terão de pagar.


Para assinar clica aqui ==» Assinar Petição : Absolvição do militar Hugo Ernano (GNR) , condenado a 9 anos de prisão por matar criança que seguia num assalto com o pai.
dn