A UNITA não quer acreditar que as relações entre Portugal e Angola esfriem de vez e considera que é só jogo político.
Na véspera da visita de dois dias da presidente da Assembleia da República a Angola, para participar numa reunião da CPLP, o vice-presidente da bancada parlamentar da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, diz não ter dúvidas que Assunção Esteves irá reafirmar a importância das relações entre os dois países.
Assunção Esteves irá ter ainda uma reunião bilateral com o seu homólogo angolano. Apesar de considerar que nesta reunião não irá ser abordada a questão das relações tensas entre os dois países, Adalberto Costa Júnior deixa o recado: é mau sinal se os processos judiciais contra personalidades angolanas foram arquivados por pressão política.
De recordar que Angola terminou a “parceria estratégica” com Portugal. Entretanto, foi arquivada em Julho a investigação do Ministério Público ao Procurador-geral da República de Angola, mas só agora é que o magistrado foi informado.



lusa