Uma norte-americana de 86 anos, que no domingo foi a mais velha a correr a maratona de Nova Iorque, morreu na segunda-feira depois de ter caído durante a prova.



Joy Johnson demorou perto de oito horas a percorrer os 42,2 quilómetros nas ruas de Nova Iorque.




Perto do quilómetro 32, a octogenária caiu, bateu com a cabeça, mas optou por continuar em prova.
Depois de ter terminado a maratona, Johnson foi assistida nas tendas médicas instaladas na meta, mas recusou ser transportada ao hospital.
O último domingo marcou a 25.ª vez consecutiva que a professora reformada correu a maratona de Nova Iorque, na qual obteve o seu melhor resultado em 1991, ao completar o percurso em pouco menos de quatro horas.



dn