O Governo colombiano vai enviar uma nota de protesto contra a Rússia, por violação do espaço áereo, a propósito de dois aviões militares que na semana passada atravessaram o espaço aéreo da Colombia sem autorização.



O presidente da Colômbia, Juan Manuel dos Santos, esclareceu na terça-feira que será enviada uma nota diplomática de protesto contra o Governo russo, por causa de dois incidentes com aparelhos militares da Rússia no espaço aéreo colombiano.




O primeiro aconteceu na sexta-feira, quando dois bombardeiros russos voaram da Venezuela para a Nicarágua, atravessando espaço aéreo colombiano sem autorização prévia.
A Colômbia advertiu a Rússia do sucedido, mas os mesmos aviões voltaram a entrar no espaço aéreo colombiano de regresso à Venezuela, tendo sido intercetados por aviões Kfir, colombianos, afirmou o Presidente.
Os aviões em causa eram Tupolev-160, que habitualmente transportam carga nuclear e são considerados os aparelhos mais sofisticados da Rússia.



dn