1.jpg

O Governo colombiano e os rebeldes das FARC chegaram a acordo sobre o futuro político do grupo armado de esquerda, caso um acordo de paz venha a ser assinado. As FARC poderão tornar-se num novo partido político.

As negociações entre as duas partes estão a decorrer desde Novembro do ano passado em Cuba e o entendimento sobre o futuro político do grupo armado foi um dos grandes obstáculos a ultrapassar.
As negociações de paz destinam-se a pôr fim a 50 anos de conflito que fizeram 220 mil mortos, segundo o Centro Colombiano de Memória Histórica. As duas partes já tinham chegado a outros consensos, como no campo da reforma agrária, com o Governo a concordar com uma reforma da política sobre as terras.
Há, agora, outros pontos em discussão, tendo as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) feito saber que existe a possibilidade de o acordo de paz ser alcançado antes do fim do ano. Os temas das discussões são seis, os já mencionados reforma agrária e participação política das FARC no futuro, e ainda o desarmamento, o tráfico de droga, os direitos das vítimas da guerra e a implementação do acordo de paz.
Governo e rebeldes concordaram que as FARC se devem, no futuro, tornar uma entidade política, mas está ainda por estabelecer se alguns dos seus membros devem ser impedidos de ter uma vida pública devido à sua participação em crimes contra os direitos humanos. O tema só será debatido quando os negociadores começarem a discutir outro tema, as compensações às vítimas de guerra, relata a BBC.



P