1.jpg

O jornal espanhol 'El Mundo' revela vários correios eletrónicos trocados entre Iñaki Urdangarin e a sua mulher, a infanta Cristina, nos quais a família real era alvo de troça.

O duque de Palma está atualmente a ser julgado por fraude e branqueamento de dinheiro no chamado caso Nóos, que envolve a sua antiga fundação.



Segundo o 'El Mundo', Urdangarin não tinha problemas em distribuir anedotas e montagens fotográficas que tinham como alvo a família real espanhola. A sua mulher era muitas vezes a destinatária de mensagens que comparavam, por exemplo, Jaime de Marichalar (atualmente divorciado da infanta Elena) a personagens de ficção como o inspetor Gadget ou Clouseau, por causa de uma fotografia em que veste uma gabardina e usa um chapéu.
O duque limitava-se a transmitir emails que chegavam de antigos companheiros de estudos ou dos anos em que jogava andebol.
Outro dos seus alvos era Letizia, quando ainda não era casada com o príncipe Felipe. Numa apresentação em Powerpoint, por exemplo, intitulada "orgasmos", podem ver-se várias fotos de apresentadoras da televisão espanhola, com a indicação "orgasmo fingido". Antes da foto de Letizia, aparece a legenda "orgasmo real".


dn