1.jpg

Karel de Gucht, comissário do Comércio é acusado de não ter pago 900 mil euros ao fisco. É o segundo escândalo do executivo Durão Barroso.

A Comissão Europeia está a ser abalada por um novo escândalo, a poucos meses do final do mandato de José Manuel Durão Barroso - o fisco da Bélgica vai exigir o pagamento de novecentos mil euros ao comissário europeu para o Comércio, Karel de Gucht, numa ação em tribunal no final do mês. O político belga é acusado de não ter pago, em 2005, os impostos relativos à venda de ações de uma empresa de seguros, que lhe proporcionou ganhos de 1,2 milhões de euros.



dn