O primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, afirmou hoje à agência Lusa que vai deixar o cargo ocupa até 2015 para passar as competências para a nova geração.


"Já é uma decisão. Vou sair até 2015. Para passar, transferir as competências e a capacidade de pensar à nova geração", afirmou à Lusa Xanana Gusmão, que ocupa o cargo de chefe de governo do país desde agosto de 2007.
Xanana Gusmão voltou a assumir o cargo de chefe do Governo em agosto de 2012, após ter ganho as eleições legislativas.
"Agora é tempo para estarmos de fora, não a controlar e a interferirmos, mas a apoiarmos", disse.
Segundo Xanana Gusmão, há uma nova geração que quer assumir responsabilidade e há outros que precisam de ter responsabilidade para terem confiança e tomarem decisões.
"Eu já dei tudo o que pude dar. Vamos ajudar mais em termos de consolidar a visão sobre o futuro. Não vamos imiscuir-nos nos trabalhos do dia-a-dia, para eles sentirem a responsabilidade e que são responsáveis pelos seus atos", salientou.

dn