1.jpg

A tempestade tropical Zoraida chegou a terra, esta terça-feira de manhã, na região de Davao Oriental, na ilha de Mindanao, no sul das Filipinas, com ventos máximos de 55 quilómetros por hora, informou o serviço meteorológico do país.
A tempestade move-se para noroeste a uma velocidade de 30 quilómetros por hora, esperando-se que chegue, na manhã de quarta-feira, à cidade de Iloilo, na ilha de Panai, por onde passou o tufão Haiyan há quatro dias.
As Nações Unidas estimaram em mais de dez mil as vítimas mortais provocadas pelo tufão, batizado de Yolanda pelas autoridades filipinas, segundo as quais o Haiyan afetou quase dez milhões de pessoas no país.
O mais recente balanço oficial, divulgado esta terça-feira, informa que há 1744 mortos, contra os 255 contabilizados na segunda-feira. Segundo dados divulgados pelo Conselho para a Gestão e Redução de Desastres das Filipinas, que continua com a lenta contagem das vítimas, registaram-se ainda 2487 feridos.
Antes de o tufão chegar às Filipinas - o 24.º do ano - meteorologistas tinha alertado para a possibilidade de este ter um efeito mais devastador do que o tufão Bopha que, no ano passado, deixou um rasto de quase dois milhares de mortos e desaparecidos.


jn