1.jpg

Afinal Batman filho do Super-Homem é um criminoso e nem o nome alusivo a dois super-heróis que combatem o crime o livrou da prisão. O rapaz que em 2008 ficou famoso por causa do seu nome - que aliás é o que consta no seu Bilhete de Identidade - foi agora detido acusado de diversos delitos incluindo roubo e consumo de drogas.

Batman bin Suparman - que em português lê-se Batman filho de Super-Homem - é um jovem de 23 anos, residente em Singapura que ficou famoso em 2008 devido à singularidade do seu nome. Volta a ser notícia agora pelas piores razões: furto e consumo de drogas.



Se introduzirmos o seu nome num qualquer motor de busca na Internet, verificamos que a sua fotografia foi partilhada centenas de vezes, que tem milhares de seguidores no Twitter e que até tem uma página criada no Facebook em sua homenagem com mais de 11 mil seguidores.
No entanto, o rapaz decidiu não estar do lado do bem mas do lado do crime a avaliar pelas acusações que lhe são dirigidas pelas autoridades de Singapura.
Batman bin Suparman foi detido quando agentes policiais o encontraram em flagrante delito, roubando dinheiro de uma loja. Também usou o cartão de crédito do seu irmão para retirar mais de 660 dólares sem o seu consentimento. O rapaz não só confessou o crime como ainda se declarou culpado de ter consumido drogas.
Um tribunal de Singapura condenou-o a 33 meses de prisão.



dn